5 Erros Financeiros a Serem Evitados em Sua Empresa

5 Erros Financeiros a Serem Evitados em Sua Empresa
Michele Bastos - 22/06/2017

Existem vários erros financeiros a serem evitados pelas empresas, mas cinco deles são verdadeiramente fatais para o bom desempenho da organização, e poderão colocar em causa a sobrevivência de um negócio. Nesse artigo estaremos explorando esses erros, de forma a que você, empresário, possa evitá-los no futuro.

De fato, tendo um bom gerenciamento das finanças da empresa pode salvar qualquer um da falência eminente. Ninguém está livre disso, até porque os fatores externos, que não controlamos, desempenham um papel muito importante no desenvolvimento de qualquer negócio.

O problema é que muitas pequenas e médias empresas acabam não prestando atenção aos detalhes, aqueles pequenos detalhes, principalmente na questão financeira. E são esses pequenos detalhes que se mostram fatais para elas numa situação de crise.

Metas e Objetivos

Um dos grandes erros financeiros que vemos em grande parte das empresas é o não traçar metas e objetivos financeiros. Para conseguirmos chegar a bom porto, precisamos saber de onde partir, para onde queremos ir, e por que caminhos devemos seguir.

Planos deverão ser traçados. Não falo somente em alcançar metas de vendas, porque essas, geralmente, já são traçadas, mas planos de diminuição de custos fixos, planos para novas contratações, ou para novos investimentos. Estes são fatores cruciais para que uma empresa se desenvolva, gerando mais lucros.

Prazos de Pagamento

Principalmente as micro e pequenas empresas, têm uma grande dificuldade em estabelecer prazos para que os seus clientes paguem. Se por um lado não têm dinheiro suficiente para contratar alguém para fazer as cobranças, por outro lado também não querem ficar cobrando direto do cliente que é seu amigo, e que já é fiel à sua loja há algum tempo.

Estas duas situações fazem com que os gestores sejam muito mais flexíveis na hora de receber do cliente.

A questão é que, enquanto alguns clientes paguem corretamente, e dentro do prazo, depois de terem atrasado um pagamento, outros clientes, como veem a sua flexibilidade em relação ao atraso, simplesmente não pagam até que tome uma atitude mais drástica. E são estes últimos clientes que poderão colocar em causa a saúde financeira da sua empresa.

Por essa mesma razão devemos sempre colocar todas as regras bem definidas no começo do contrato de prestação, e os prazos de pagamento devem estar bem assentes. A cobrança de uma multa pelo atraso de pagamento costuma ser uma boa estratégia para afugentar os clientes maus pagadores.

Falta de Gestão Financeira

Muitos empreendedores, atolados com as tarefas do dia-a-dia como cobranças, vendas, prestação de serviço, atendimento e etc, acabam deixam para depois e acabam não gerenciando direito o dinheiro que entra e sai de sua empresa.

É comum a concepção que a gestão do dinheiro é complicada e burocrática, mas hoje em dia existem muitas facilidades que ajudam a simplificar este processo e economizam tempo e dinheiro do empresário. A tecnologia de software em nuvem veio trazer grandes benefício, principalmente no Gerenciamento das Finanças de Sua Empresa. Eles têm um baixo custo, deixam tudo organizado para você e ajudam você a não esquecer de seus compromissos.

Uma alternativa comum aos sistemas online, são as planilhas ou até mesmo o papel e a caneta. A tecnologia veio para ajudar a economizar tempo e dar mais segurança, por isto, independente da escolha, o importante é controlar a risca as contas de sua empresa para ajudar a evitar os erros financeiros.

Empréstimos

Outro grande erro dos empresários, especialmente por falta de experiência, é na contração de empréstimos que se mostram totalmente desnecessários. Não é um caso, nem dois, nem dez, nem cem, de empresas que contraem empréstimos para alargar a sua empresa sem qualquer planejamento feito anteriormente.

O que é comum nessas situações é que a empresa, mesmo com sedes novas, equipamentos novos, não conseguem alargar e expandir os seus negócios, e por isso o empréstimo que contraíram não serviu de rigorosamente nada.

Um bom planejamento é necessário para que consigamos decidir corretamente pelo empréstimo, ou não.

Rentabilização do Caixa

O grande objetivo da sua gestão é alargar horizontes e aumentar a sua empresa quanto possível? Então tem de aprender a rentabilizar o dinheiro que tem em caixa.

Muitos empresários deixam o dinheiro parado em caixa, mas essa pode não ser a atitude mais correta a tomar, principalmente se tratando de um objetivo maior.

Se é o caso de estar notando um aumento do caixa mensalmente, e de forma segura, poderá usar uma parte do dinheiro parado em caixa para aplicações a curto prazo, médio prazo e longo prazo.

Organize Suas Contas Com o Sistema Soma - Comece Grátis


Gostou de nossa matéria? Não se esqueça de compartilhar nas redes sociais e de se inscrever em nossa Newsletter para receber mais matérias como esta e também conteúdos gratuitos sobre empreendedorismo, finanças e marketing. Em caso de dúvidas, críticas ou sugestões, deixe seu comentário logo abaixo.

Michele Bastos bacharel em Administração, gerente na Design Bastos e consultora de vendas na Agência Atena e Sistema Soma. Ama o que faz e procura sempre dar o bom exemplo e motivar os colaboradores.
Últimos posts do autor

Participe e Comente