6 Desafios de Quem Está Abrindo Uma Empresa

6 Desafios de quem está abrindo uma empresa Conheça e fique preparado para enfrentá-los
Michele Bastos - 15/11/2016

O Brasil ainda é um país muito hostil para novos empreendedores devido a excessiva buracrocia e as altas taxas tributárias, porém aonde existem muitos problemas há espaço para muitas soluções, e mesmo em meio a tantas dificuldades, aida vale muito a pena empreender no Brasil e tentar fazer a diferença.

Mas para não perder dinheiro e tempo em sua nova empreitada é essencial possuir preparo e conhecimento antes de por a mão na massa e abrir as portas de seu negócio, então para lhe ajudar neste quesito, separamos uma lista com os 6 desafios de quem está abrindo uma empresa.

1# Definir o Produto / Serviço

O primeiro dos desafios de quem está abrindo uma empresa é a decisão do serviço ou produto a ser comercializado, e esta decisão deve ser tomada de forma estratégica. É comum ouvirmos palpites de conhecidos sobre uma área que está em alta ou sobre as novas tendências do mercado, mas fique atento, pois existe uma grande distinção entre conselho e palpite.

Em resumo, os conselhos são dados por pessoas experientes e que de alguma forma já obteram sucesso na área, já os palpites são comentários que podem ser bem intencionados ou não, vindo de pessoas que estão de fora e não têm experiência alguma, e são geralmente baseados em percepções ou opniões pessoais.

Ao escolher sua área de interesse é importante levar em consideração as atividades e produtos que você gosta e tem prazer em trabalhar, porém é importante averiguar se existe uma demanda real dos consumidores. Após verificar que realmente existe um interesse comercial pelos seus serviços e produtos, o próximo passo é fazer uma análise breve sobre o seus concorrentes, veja alguns pontos importantes a serem vistos:

  1. Quanto os concorrentes cobram?
  2. O que eles fazem de melhor?
  3. Quais são as principais reclamações dos clientes deles?
  4. Os concorrentes estão tendo sucesso?
  5. Você consegue algum diferencial?
  6. Existe uma demanda que não está sendo atendida?
  7. Há espaço para novos concorrentes?

Por último, faça uma estimativa de suas possíveis margens de lucro, mesmo que seja uma previsão aproximada. Neste primeiro momento pode ser difícil determinar seu preço de custo mas faça um estudo detalhado e leve em consideração alguns pontos como:

  1. Possíveis fornecedores
  2. Aluguel de ponto comercial / Hospedagem de website
  3. Estimativa de despesas mensais (água, luz, alimentação)
  4. Quantos produtos ou serviços você estima vender por mês
  5. Custos operacionais (combustível, licenças de software, matéria prima)
  6. Converse com um contador sobre a carga tributária.

Parece trabalhoso, mas todo este estudo poderá economizar muito tempo e dinheiro. Tenha em mente desde o início que empreender não é fácil e requer preparo. Além disto, não esqueça de criar o seu Plano de Negócios.

2# Sair da Informalidade

Dar um passo rumo a legalidade é um dos principais desafios de quem está abrindo uma empresa. É sabido que muitos dos novos empreendedores começam suas atividades por conta própria com a intenção de vivenciar e adquirir experiência para então decidir se a empresa vai valer a pena ou não.

Ao se dar o próximo passo e formalizar suas atividades é inevitável procurar a consultoria de um contador. Existem diversas variáveis involvidas no processo de abertura de uma empresa, e um contador de confiança vai conseguir lhe orientar e te ajudar a escolher o melhor regime tributário, lhe economizando dinheiro no futuro. Dentre as opções mais comuns estão:

  1. Autônomo com Inscrição Municipal
  2. MEI (Micro Empreendedor Individual)
  3. Simples Nacional
  4. Lucro Presumido

A melhor opção vai depender do tipo de atividade, do tamano da empresa, do seu lucro estimado, e de inúmeras outras questões, por isto, frisamos a importância do auxílio de um contador para que você não tenha dores de cabeça e também economize com impostos.

3# Ponto Comercial / Website

Definir o local de venda de seus produtos e serviços é mais dos desafios de quem está abrindo uma empresa, e isto vai depender muito de como você moldou seu empreendimento, porém vamos conversar sobre as 3 principais possiblidades:

Trabalhar em casa:
Alguns prestadores de serviços podem optar por não investir em um ponto comercial logo de cara. Esta opção tem suas vantagens por ser muito barata e não requerir um alto comprometimento financeiro uma vez que você não precisará pagar o aluguel do ponto e nem mesmo investir em materiais de escritório como mesas e computadores, visto que estará utilizando todos os recursos já existentes em sua casa.

O ponto negativo é não que existirá uma forma natural de novos clientes te conhecerem como aconteceria se você possuísse uma cede física em uma rua movimentada, sendo necessário investir em marketing e divulgação para adquirir mais clientes de forma ativa, como flyers, panfletos, anúncios, vendedores, etc.

Um outro ponto negativo é falta de confiança que isto pode gerar para seus consumidores caso você trabalhe em uma área que requer um alto nível de profissionalismo ou investimentos muito altos para seus clientes, então a falta de local físico pode ser um ponto importante na hora da decisão de compra.

Vender através de um site:
Possuir uma loja virtual é uma opção muito interessante e relativamente barata, seus únicos custos serão com o desenvolvimento do site e com o valor mensal da hospedagem. A concorrência na internet é gigantesca e você vai precisar traçar uma estratégia muito bem definida para divulgar o seu site, por isto é muito importante escolher uma empresa capacitada e experiente na hora de desenvolver o seu website além de uma hospedagem de qualidade para que sua loja não fique travando e saindo do ar.

Divulgar sua loja virtual com certeza vai ser outro dentre os desafios de quem está abrindo uma empresa, e algumas palavras vão ter que estar presentes em seu vocabulário, como SEO, Inbound Marketing e Mídias Sociais. Saiba que possuir uma loja virtual é um comprometimento a longo prazo, você não vai conseguir clientes da noite para o dia, é necessário promover o site de forma constante e inteligente. Sua inserção no mercado será o seu principal desafio, você precisará ter uma identidade visual, trabalhar sua autoridade e ganhar a confiança de seus clientes.

Apesar da internet de ser um meio muito concorrido, estamos na era da informação e a tendência é que as lojas virtuais dominem cada vez mais e mais o mercado, é um caminho sem volta. Mas não é tarde para partir para os meios virtuais, o quanto antes você der este passo, melhor. Um site que foi construido de forma correta, com um conteúdo estratégico e um orçamento para mídias pagas pode levar de 1 a 2 anos para começar a trazer resultados.

Alugar um ponto comercial:
Este pode ser um dos maiores desafios de quem está abrindo uma empresa devido ao seu alto custo mensal, mas para muitos negócios o ponto comercial ainda é a melhor opção, principalmente quando seu empreendimento é baseado em produtos de consumo por impulso, como por exemplo, alimentação e vestuário.

Evite portas fechadas, escadas e obstáculos diversos. O ponto físico deve ser em um lugar com alto tráfego de pessoas e é de suma importância que sua loja seja de fácil acesso e bem organizada, para que o cliente que está agindo por impulso possa consumir de forma rápida e sem empecilhos.

Caso seu produto ou serviço não seja categorizado como consumo por impulso, o local de seu ponto ainda é importante mas não tanto quanto no outro caso. Por exemplo, uma loja que vende materiais elétricos, ou que trabalha com o conserto de ar condicionado, não há problemas se sua loja for no segundo andar de um edifício, mas não depende tanto do fluxo de pessoas.

Em ambos os casos é importante possuir uma identidade visual feita de forma profissional e investir em marketing e propaganda.

4# Relacionamento com Fornecedores

Outro dentre os desafios de quem está abrindo uma empresa é o de encontrar bons fornecedores e o de se criar um bom relacionamento com eles, o que basicamente significa conseguir crédito para a compra de produtos sem que você tenha capital disponível naquele exato momento.

Muitos novos empreendedores não conseguem logo no início o contato de fornecedores e precisam comprar a matéria prima em empresas de varejo, o que reduz drasticamente a margem de lucro ou então aumenta o preço final. Está é uma opção válida para dar início em seu projeto e começar a operar, porém você deve sair deste ciclo o mais rápido possível e começar a comprar diretamente da fonte, ou você vai ter grandes dificuldades de se manter e de crescer .

Você pode tentar especular em seus concorrentes, conversar com seus funcionários e ex-funcionário e até mesmo ficar de olho nas caixas velhas que são jogadas no lixo, que podem conter informações sobre seus fornecedores. Uma outra estratégia é fazer uma busca rápida na internet pela matéria prima que você precisa. Muitos fornecedores possuem sites ou até mesmo divulgam seus produtos em sites como o Mercado Livre.

Outra possibilidade é procurar por associações comerciais e também grupos fechados de empreendedores de sua cidade ou região, podem ser uma fonte segura de informações além de proporcionarem um contato muito próximo entre os empresários.

Outro desafio para quem está abrindo uma empresa é conseguir crédito com o seu novo fornecedor, e infelizmente é um processo que demanda tempo e confiança. Geralmente as primeiras compras terão de ser feito a vista. Será apenas após algum tempo de bom relacionamento e pagamentos no prazo, que você conseguirá crédito para comprar e efetuar o pagamento em uma determinada data futura.

5# Aquisição de clientes

Algumas técnicas funcionam independente do tipo de negócio e do ponto comercial, especialmente se seu orçamento para marketing e propaganda for pequeno. O boca a boca ainda pode ser a melhor forma de atrair mais pessoas. Foque em um bom atendimento e em um serviço de qualidade. O preço não deve ser o principal diferencial de seu produto, tente oferer valor ao seu cliente e uma experiência agradável de compra e também de pós venda.

O atendimento hoje em dia é muito falho e vemos muitos profissionais desqualificados no mercado que não entendem do produto que vendem. Outro desafio para quem está abrindo uma empresa será conseguir fazer a diferença e realmente oferecer valor (não estamos falando de preço) em relação aos seus concorrentes, seus clientes ficarão gratos pela boa experiência em comprar com você e irão naturalmente divulgar o seu empreendimento com seus amigos e familiares.

Além de fazer o seu melhor e oferecer um atendimento fenomenal, você poderá divulgar sua empresa nas redes sociais, no google adwords, trabalhar com flyers e panfletos, investir em carros de som, campanhas promocionais e etc. As mídias convencionais ainda trazem um certo retorno, porém é necessário saber que cada mídia tem a suas peculiaridades, vantagens e desvantagens, e cada uma deve ser trabalhada de forma diferente.

E se você possui loja virtual, uma tática que está trazendo muitos resultados, é a implementação de um Blog em seu site, por onde você oferece conteúdos de qualidade para seus leitores, gerando confiança e respeito por sua marca. Eventualmente você poderá despertar desejo e necessidade em seus leitores conduzindo-os para que conheçam melhor seus produtos e por fim se tornem clientes. Esta técnica é conhecida como Inbound Marketing.

6# Gestão financeira

Por fim, o último dos desafios de quem está abrindo uma empresa é o planejamento e o controle financeiro. Empreender custa dinheiro, e quando empreendemos, uma de nossas principais motivações é a de ganhar dinheiro, por isto, podemos afirmar que o dinheiro está no centro dos negócios, e mesmo assim é muito comum encontrar empresários que não dão o devido valor a gestão de seu próprio capital e isto acaba sendo um dos principais motivos pelos quais uma empresa pode fracassar.

Desde o início de seu empreendimento controle minunciosamente todas as contas a pagar e receber. Crie o hábito de anotar tudo, conta de luz, aluguel, combustível, materiais de escritório, produtos de limpeza e até mesmo aquela moeda que você deu no sinal. Se você não souber exatamente o que gasta no mês e exatamente o que recebe, será dificil calcular com precisão o preço de custo de seus produtos e serviços e também você nao saberá com certeza suas margens de lucro.

Sem estas informações você estará no escuro e qualquer variação na economia ou até mesmo mesmo uma tática diferente de um concorrente pode trazer sérios prejuizos para você e até mesmo levar a falência.

Uma das vantagens de ser possuir suas finanças organizadas, independente de como é feito o controle, é que você poderá extrair algumas informações para gerar relatórios importantes. Dentre eles podemos citar a DRE (Demonstração de Resultados do Exercício) e também o DFC (Demonstração de Fluxo de Caixa), sendo ambos relevantes para que você possa avaliar se sua empresa está tendo lucro ou prejuízo e também para facilitar sua tomada de decisão.

O dinheiro deve ser organizado de forma precisa e constante, e as opções para lhe ajudar no controle são muitas, você poderá utilizar papel e caneta, planilhas, ou então partir para algo mais seguro existem diversas opções de softwares, e dentre eles está o Sistema Soma - Sistema Financeiro de Contas a Pagar e Receber. Cada uma das opções (papel, planilhas e sistemas) têm suas vantagens e desvantagens, mas o importante no fim das contas é manter o seu controle em dia.

Caso opte por um sistema financeiro para controlar suas contas, uma das dúvidas mais comuns é entender a diferença entre os sistemas web (online) e os sistemas locais (offline) que são instalados em seu computador, se você também tem esta dúvida confira o nosso post: Sistema Web vs Sistema Local

Conclusão

Existem inúmeros outros desafios de quem está abrindo uma empresa, empreender é um comprometimento e um aprendizado para a vida toda, por isto, informe-se, aprenda e nunca desista.

Organize Suas Contas Com o Sistema Soma - Comece Grátis


Gostou de nossa matéria? Não se esqueça de compartilhar nas redes sociais e de se inscrever em nossa Newsletter para receber mais matérias como esta e também conteúdos gratuitos sobre empreendedorismo, finanças e marketing. Em caso de dúvidas, críticas ou sugestões, deixe seu comentário logo abaixo.

Michele Bastos bacharel em Administração, gerente na Design Bastos e consultora de vendas na Agência Atena e Sistema Soma. Ama o que faz e procura sempre dar o bom exemplo e motivar os colaboradores.
Últimos posts do autor

Participe e Comente