6 Erros Que Você Provavelmente Vai Cometer Ao Abrir Uma Empresa

6 Erros Que Você Provavelmente Vai Cometer Ao Abrir Uma Empresa
Michele Bastos - 04/04/2018

Abrir uma empresa é sempre uma postura arrojada. Principalmente no Brasil que tem uma estrutura complicada para empreendedores iniciantes. Por isso, erros são inevitáveis nos primeiros passos daquele que sonham ter seu próprio negócio.

Nesse texto, listaremos 6 erros que alguns empreendedores comentem quando tomam inciativa de abrir uma empresa.

#1 – Não conhecer o segmento que pretende investir

É comum iniciar um negócio a partir de referências de outras pessoas. Alguém próximo diz “tenho a oportunidade perfeita para você investir seu dinheiro”. Porém, dessa tal oportunidade, você não conhece absolutamente nada. E confiando nas expectativas do amigo ou parente, começar a empreitada.

No início, movido pela empolgação, até consegue bons resultados, mas depois, o negócio começa a declinar. Isso acontece por um simples motivo: não se inicia uma empresa num segmento que não tenha domínio.

Você precisar ter experiência no ramo que escolheu para criar sua empresa. É imprescindível saber coisas como:

  1. Qual melhor local para abrir o estabelecimento?
  2. Como funciona a dinâmica do setor?
  3. Quais são as estratégias mais utilizadas pela concorrência?
  4. Valores aplicados dos produtos ou serviços que deseja trabalhar

Então, se toda sua experiência profissional é no ramo da tecnologia, não se aventure na construção civil, por exemplo. Seu empreendimento deve se enquadrar no seu perfil.

#2 – A ausência de um plano de negócios

Digamos que driblou o primeiro erro citado aqui, e irá investir suas economias no segmento no qual conhece a fundo. Sem nenhum planejamento, apena pautado por seu conhecimento na área, inicia o negócio. Em pouco tempo, fechará as portas. Por quê? Não basta apenas conhecer, deve associar sua expertise a um plano de negócios.

O plano de negócios é um documento que deve ser elaborado antes de gastar qualquer centavo. Nele estarão dados analíticos sobre mercado, quais melhores estratégias, como irá funcionar seu serviço e como fará sua gestão financeira. Ele confirmará se o negócio é realmente viável.

Não quer dizer que o plano de negócios é infalível, mas sem ele seus riscos aumentam, pois sem pesquisa de mercado (parte integrante do plano), por exemplo, não conseguirá responder “o que é sua empresa, e o que alcançará com ela?”, questões básicas ao empreendedor iniciante deve responder antes de levantar as portas de seu estabelecimento.

É nesse planejamento inicial que traçará a necessidade de sócios, onde buscar fornecedores, perfil de clientes e o principal: o quanto precisará para montar sua empresa. Nada de gastar antes de criar seu plano de negócios!

#3 – Ignorar o local para instalar a empresa

Parece óbvio que deve escolher o melhor lugar para abrir uma loja, ou prestadora de serviço. Mas, muita gente esquece desse detalhe. Você deve considerar todas as circunstâncias, desde cobertura de transporte público, que será atrativo no momento de captar funcionários até as condições básicas da via (se calçada, asfaltada, etc.).

Uma empresa que trabalhe com armazenagem ou distribuição deve considerar, entre outras coisas, se existe espaço para caminhões, se é permitido o estacionamento, se dá para manobrar esses veículos, e por aí vai.

Analisar a demanda da região que irá prestar serviço ou vender mercadorias é fundamental. Só irá ter sucesso vendendo lanches, por exemplo, num lugar que tenham pessoas para consumir. Imagine uma lanchonete numa rua vazia? É indicio de fracasso.

Caso seu negócio comece em casa (home office), coloque no seu plano de negócio um limite que indique que chegou o momento de se mudar. Pense sempre que para crescer e se consolidar, precisará de mais espaço. E no embrião de sua empresa, essa ideia deve ser fixa.

#4 – Falta de gestão financeira

É um erro muito comum em pequenos e médios empreendimentos, a falta da Gestão Financeira. Vislumbrado pelo dinheiro entrando em caixa, o empresário esquece que nem tudo deve ir para o seu bolso.

Pelo contrário, é fundamental para o sucesso da empresa que o idealizador conheça bem alguns termos simples como:

  1. Fluxo de caixa
  2. Capital de giro
  3. Receitas, despesas
  4. Lucro bruto
  5. Lucro líquido
  6. Custo fixo e variável

Também certifique-se de anotar tudo desde os primeiros dias de existência. Anote todos as receitas e também todos os gastos, incluindo os pequenos, como transporte e materiais de escritório. Você pode utilizar um Sistema Online de Gestão Para Pequenas Empresas ou então uma simples planilha.

Deve-se ter muita atenção aos números, por isso use e abuse da tecnologia para facilitar sua vida. É realizando a gestão das finanças que você conseguirá investir mais, contratar mais funcionários e crescer.

Tenha em mente o tempo de carência que o tipo de negócio escolhido. Todo empreendimento tem um período probatório antes de se consolidar, e isto precisa estar bem claro para você. Não pense que é após um mês, normalmente, a resposta de que sua empresa se manterá no mercado por longa data, é somente após 12 meses de funcionamento.

Esse tempo é descrito no plano de negócio, mais um ponto que reforça a elaboração de tal documento. Buscar ajuda de órgãos como o SEBRAE, é assertivo para criar o planejamento para sua empresa.

#5 – Não investir em marketing

Ora, se encontrou uma atividade que se adeque ao seu perfil, elaborou um coeso plano de negócios, está localizado numa área certa, o que faltaria agora? Fazer com que os clientes lhe vejam.

Precisa vender seus produtos ou serviços para que sua empresa ande, e para vender atrair clientes é essencial. Os consumidores precisam ver sua marca, e estratégias de marketing são indispensáveis.

Porém, não é qualquer formato de publicidade que fará com que pessoas enxerguem sua marca. Você deve investir num trabalho sério de marketing, inclusive separar uma parte significativa de seus recursos iniciais para isto. Criar uma identidade visual é talvez o passo mais importante na estruturação de sua empresa, e quem desconsidera esse aviso, não irá longe.

Hoje se deparará com conceitos do marketing digital, um segmento que propagará a sua marca no vasto campo na internet. Explore bem essa área, pois é ela que orienta boa parte do mercado.

#6 – Ser vencido pelo primeiro obstáculo

Pelos tópicos que apresentamos, dá para perceber que começar um negócio é tarefa árdua, porém, os resultados são gratificantes. É só olhar casos de sucesso, que estão espalhados pelo país. Contudo, só alcança o topo, quem acredita no potencial, e se dedica intensamente ao empreendimento. Aqueles que não estão preparados para deslizes iniciais, não terão êxito.

É bastante complicado sobreviver ao primeiro ano de empresa, mas interromper um negócio promissor por causa de algumas adversidade iniciais é um tremendo erro. Não pense que as grandes empresas param de errar, o desafio delas é evitar os equívocos. E essa ideia você deve adotar em sua empreitada. Os obstáculos serão diários, não tenha dúvida, e supera-los é papel do empreendedor de sucesso.

Manter-se sempre informado e de olho nas inovações do segmento e até mesmo em novas diretrizes administrativas, ajudará a seguir batalhando mais espaço ao sol. Nada de desanimar porque não ficou milionário da noite para o dia.

Dedicação e competência é o segredo

Esses 6 erros apresentados devem te guiar para tomar atitudes mais positivas. Existem outros pontos que comprometem o sucesso de um negócio. Pequenos empreendimentos não sobrevivem a graves crises econômicas, por exemplo. Por outro lado, vemos que iniciativas que nascem coesas, dificilmente fecham suas portas.

O maior segredo continua sendo dedicação e habilidade de adaptação a diferentes cenários. Não ter medo de investir quando necessário, seja em novos equipamentos ou na qualificação de funcionários. Faça tudo para manter a saúde de sua empresa. Quando começa uma empresa com essa atitude, consegue-se colher bons frutos.

Organize Suas Contas Com o Sistema Soma - Comece Grátis


Gostou de nossa matéria? Não se esqueça de compartilhar nas redes sociais e de se inscrever em nossa Newsletter para receber mais matérias como esta e também conteúdos gratuitos sobre empreendedorismo, finanças e marketing. Em caso de dúvidas, críticas ou sugestões, deixe seu comentário logo abaixo.

Michele Bastos bacharel em Administração, gerente na Design Bastos e consultora de vendas na Agência Atena e Sistema Soma. Ama o que faz e procura sempre dar o bom exemplo e motivar os colaboradores.
Últimos posts do autor

Participe e Comente