O Que é o Fluxo de Caixa e Como Manter Em Dia

O Que é o Fluxo de Caixa e Como Manter Em Dia
Michele Bastos - 26/04/2017

O fluxo de caixa é uma das principais ferramentas para gestão financeirasendo usado para acompanhar as entradas e saídas de dinheiro de sua empresa em um determinado período de tempo.

Por exemplo, se você têm em caixa inicialmente R$ 5.000,00. Durante o mês você gastou R$4.000,00 com as despesas gerais de sua empresa mas também recebeu uma quantida de R$ 3.000,00 referente as diversas vendas.

Todas essas movimentações diárias somada ao seu caixa inicial perfazem o fluxo de caixa de seu empreendimento.

É importante ressaltar que sua dinâmica e funcionalidade é ampla, pois não se limita apenas ao dia a dia da empresa, pois os valores podem ser projetados também para períodos maiores. Além disto, poderemos averiguar e obter alguns resultados como:

  1. Contas a pagar;
  2. Contas a receber;
  3. Relatórios;
  4. Projeções Futuras;
  5. Gráficos para análise;

Também é possível gerar o DRE – Demonstração de Resultados do Exercício, desde que as movimentações tenham uma data de competência atrelada a elas.

O Fluxo de Caixa é imprescindível para análises financeiras

Não existem grandes dificuldades para elaborar o seu fluxo de caixa, desque que você consiga acessar de forma fácil e organizada todas as movimentações financeiras de seu negócio.

Algumas empresas ainda utiliza papel e caneta para anotarem os gastos, o que pode dificultar e tornar menos dinâmico o acesso aos dados. Já para quem utiliza planilhas e também Softwares de gestão como o Sistema Soma, conseguem ter mais agilidade para acessar os dados e elaborar o fluxo de caixa de forma automática. A tecnologia veio para ajudar, então utilize-a a seu favor.

Alguns dos relatórios que podemos vincular e relacionar, são:

  1. A rentabilidade;
  2. A lucratividade;
  3. Ponto de equilíbrio;
  4. Prazo de retorno do investimento.

Um fluxo de caixa desestruturado, sem organização tende a influenciar para a administração sem previsibilidade, sem segurança, e o pior de tudo aumentando as chances de desfalque.

Como manter em dia seu fluxo de caixa em dia

Alcançar tal objetivo é muito simples, basta você fazer os lançamento de todas as despesas e receitas com precisão, fidedignidade e frequência.

Os 5 passos abaixo concedem a você uma linha de organização prática para manter tudo em dia, veja:

1. Estabeleça o período que seja ideal

Concorda que não é possível gerenciar com previsões apenas para períodos curtos, ou apenas para médio e longo prazo.

Por isso, ele deve ser aberto e não limitante, deve fornecer a você o controle rigoroso diário e também para períodos maiores.

Os lançamentos de entrada e saída devem ser diários, e com o registro de todos os movimentos do ciclo do fato ocorrido, de compra ou venda, da empresa.

2. Monitore todos os saldos disponíveis

O fluxo de caixa deve permitir o acompanhamento diário dos saldos bancários, cofres, e outros em valores e em disponibilidade, da mesma forma que as estimativas de recebimentos devem ser sempre atualizadas.

Analise todos os dias suas contas a receber, faturamento e fluxo de caixa devem estar em sintonia perfeita.

3. Divida-o por categorias

Esta organização é imprescindível em como mante-lo em dia e atualizado.

Por exemplo, separe as receitas, as despesas, investimentos, fornecedores, despesas internas, e outros de forma ampla, mas se você segmentar ainda mais, o gerenciamento será ainda melhor.

Sub divida as categorias, no caso das receitas,poderá estabelecer, receitas com aluguéis, com vendas e assim por diante.

Da mesma forma faça com as contas que precisam ser pagas.

4. Seja rigoroso no contas a pagar

O fluxo de caixa é um instrumento de gerenciamento potente e com relevância para decisões nas compras da empresa, ele “não mente”, ele é determinante.

A gestão de compras não deve ter autonomia sem antes receber o aval da gestão financeira e do fluxo, pois ele é um conselheiro fiel.

Todas, absolutamente todas as compras devem ser registradas no fluxo, rigorosamente e diariamente, e em toda a dimensão, indiferente se de financiamento, compra de matéria prima, empréstimos, etc. e sempre considerando todo o prazo acordado.

5. Faça as correções imediatamente

Fique sempre atento e faça as correções com antecedência.

Se você realizou todos os lançamentos com coerência e precisão poderá identificar com bastante antecedência a falta de saldo para cobrir um compromisso.

E assim, reformular e buscar recurso para honrar o pagamento.

Da mesma forma, que poderá perceber com antecedência a disponibilidade para novos investimentos, adquiri equipamentos, ou mesmo incrementar seu negócio.

Tenha sempre em mente o seguinte: mensalmente faça a apuração do lucro, compare com rigor as estimativas de entradas e saídas.

Dica Importante

Para economizar tempo e evitar possíveis erros, nossa equipe sugere que você utilize uma solução online que possa lhe ajudar a organizar as finanças de sua empresa. Você pode optar por uma simples planilha ou então testar gratuitamente nosso software Sistema Soma - Controle De Fluxo de Caixa.

Desta forma, basta que você lance suas contas diariamente que os sistemas ou planilhas irão gerar automaticamente para você todos os relatórios, agilizando bastante o processo.

Independente da solução escolhida, ressaltamos a importância de manter sempre em dia e atualizado todas as suas movimentações financeiras. Isto é imprescindível para aumentar as chances de sucesso de seu negócio.

Organize Suas Contas Com o Sistema Soma - Comece Grátis


Gostou de nossa matéria? Não se esqueça de compartilhar nas redes sociais e de se inscrever em nossa Newsletter para receber mais matérias como esta e também conteúdos gratuitos sobre empreendedorismo, finanças e marketing. Em caso de dúvidas, críticas ou sugestões, deixe seu comentário logo abaixo.

Michele Bastos bacharel em Administração, gerente na Design Bastos e consultora de vendas na Agência Atena e Sistema Soma. Ama o que faz e procura sempre dar o bom exemplo e motivar os colaboradores.
Últimos posts do autor

Participe e Comente